AnálisesGames

Troll and I

Share Button

Troll and I é um jogo produzido pela Spiral House e publicado pela Maximum Games. Se passando na década de 50 a trama gira em torno de Otto, um jovem escandinavo que encontra um Troll enquanto tenta resgatar sua mãe de um incêndio. Durante a aventura ele descobre que a Caixa de Pandora foi aberta e criaturas malignas estão à solta na terra.

O jogo é uma aventura sobre um Troll e seu novo amigo humano. Durante a jogatina é possível alternar entre garoto e criatura mística para poder bolar as estratégias e resolver os puzzles dos cenários. O jogo também permite o modo cooperativo local onde cada jogador controla um dos personagens com a tela dividida. Otto e Troll tem habilidades específicas. Enquanto o gigante porta grande força e poder para causar um ataque em vários inimigos simultaneamente, o jovem garoto é ágil, eficiente em ataques silenciosos.

Troll and I é um mix de gêneros, tendo momentos stealth, alguns puzzles, ação direta,  craftagem de itens e aquele espírito de sobrevivência. A combinação funciona bem e cada característica aparece na hora certa.

Antes de começarmos a falar das questões técnicas do game é importante ter em mente que este não é um título triple AAA, mas sim de uma produção menos robusta. Por isso, não faremos comparações com outros jogos ou franquias e ao invés disso focaremos em uma análise “crua” sobre o universo de Troll and I.

Graficamente falando é um jogo simples. Não há glitches ou falhas no design, mas a ambientação simplista, pouco detalhada e algumas vezes escura demais chama a atenção no primeiro contato com o jogo. O contraste de cores às vezes também desagrada pela coloração opaca que não destaca objetivos e inimigos corretamente. Já os personagens são bem modelados e os inimigos lembram muito o estilo dos anos 90, principalmente pelas feições humanas.

A jogabilidade não é problemática, porem “podada” de melhor articulação, por isso, em alguns momentos o jogador pode se sentir travado em batalhas ou ao resolver puzzles. Felizmente a troca entre personagens é inteligente e rápida, o que ajuda muita na hora de executar determinados comandos.

Já o enredo consegue ser original e escapa muito bem dos momentos clichés e surpreende com seu desfecho. O grande destaque vai para a relação de Otto e Troll que esbanja companheirismo e muito carisma.

Troll and I é um jogo diferente do que vemos por aí e pode atrair aqueles que buscam uma experiência divertida para jogar sozinho ou com um amigo em co-op local. Existem alguns problemas técnicos e uma simplicidade de modo geral, porém a Spiral tem trabalho em patches para resolver tais questões.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo