Share Button

A Ubisoft informou que os jogadores não terão mais que comprar DLCs para aproveitar completamente os jogos que lança.

A vice-presidente de operações, Anne Blondel-Jouin, disse ao site GI.biz que a publisher agora está pretendendo dar suporte para seus jogos por entre cinco e dez anos, e para manter os jogadores interessados, precisa ter muito cuidado com a monetização de conteúdo.

A empresa aprendeu muito com Rainbow Six: Siege, um jogo de tiro onde os mapas adicionais são disponibilizados de graça e os jogadores só precisam pagar se quiserem customizar seus personagens ou comprar novos.

“A chave é que se [o conteúdo] não está adicionando algo para a experiência atual do jogo, então não é bom. Porque você estará pedindo por mais dinheiro pelas razões erradas. Além disso, se o conteúdo é obrigatório para os jogadores, também não é bom. É um modo de fornecer mais diversão aos jogadores, mas eles tem a opção de pegarem esse divertimento extra ou não,” disse Anne.

“Usando uma analogia de um parque de diversões, você pode ir em todas as atrações, mas também pode ir até a loja do parque comprar comida ou mercadorias, ou qualquer outra coisa. Não importando se você gasta dinheiro na loja ou não, você ainda faz parte da experiência total. Ninguém fará você comprar se você não quiser, mas é uma outra forma de ter uma experiência de entretenimento diferente. Se você está com seus filhos e há um brinquedo que você quer pegar, garantiremos que é uma experiência extra. Não será o caso de se você não comprá-lo então não poderá fazer mais nada.”

“Não funcionaria se fosse sobre torná-lo obrigatório para os jogadores. Nada mais de DLCs que você tem de comprar se quiser ter a experiência completa. Você tem o jogo, e se você quiser expandi-lo – dependendo de como você quer experimentar o jogo – você estará livre para comprá-lo, ou não.”