Share Button

Esta semana o chefe de vendas globais da Sony, Jim Ryan, disse em entrevista para a revista Time que a empresa havia descartado o uso de retrocompatibilidade no PS4 pois trata-se de um recurso que é muito requisitado, mas pouco utilizado. De acordo com uma pesquisa feita pelo site Ars Technica através do uso de dados de usuários da Xbox Live, a afirmação do executivo não está nada longe da verdade.

Analisando quase 1 milhão de usuários ativos na Xbox Live no Xbox One entre 26 de setembro de 2016 e 12 de fevereiro de 2017, foi descoberto que apenas 1,5% do tempo deles foi utilizado para jogar games de Xbox 360 via retrocompatibilidade. Esta porcentagem representa mais de 300 títulos retrocompatíveis, com o mais jogado sendo Call of Duty: Black Ops, com 0,307% e uma média de 4.608 minutos gastos.

Nesse período, a maior parte do tempo (54,7%) foi usada pelos jogadores em games de Xbox One e no aplicativo da Netflix (16,5%).

O site revela também que apesar dos números para uso da retrocompatibilidade parecerem espantosamente baixos, eles batem com informações que a própria Microsoft divulgou. A empresa disse no final de 2015 que os usuários de Xbox One haviam gasto 9 milhões de horas jogando games de Xbox 360 no Xbox One, no primeiro mês de disponibilidade da nova função. Parece ser um número alto, mas na média significa apenas alguns minutos de jogo para cada um dos aproximadamente 19 milhões de donos de Xbox One naquela época, isso em um período onde o recurso de retrocompatibilidade no Xbox One, por ser novidade, despertou o interesse de muita gente.

E você, concorda com essa pesquisa? Usa frequentemente a retrocompatibilidade com Xbox 360 no seu Xbox One ou não liga para isso?