Share Button

A Valve removeu mais de 100 homenagens sobre massacre na Nova Zelândia – em perfis de usuários. Diversas pessoas ao redor do mundo tentaram apoiar o atentado contra muçulmanos ocorrido durante a semana passada, mas a empresa responsável pelo Steam minimizou a propagação das informações criminosas.

Diversas mídias ao redor do mundo, como o Facebook e o YouTube, estão se esforçando para que os vídeos da ação desumana não se espalhem livremente pela internet. Ainda assim, e mesmo com as atitudes da Valve, no Steam, inúmeras pessoas insistem, todos os dias, em tentar espalhar mensagens de ódio.

O site Kotaku relatou que, mesmo com os esforços do Steam, diariamente, diversas pessoas publicam tópicos e/ou mensagens de apoio ao supremacista racial em questão.