Share Button

Velozes e Furiosos 5 é um filme que ganhou muito destaque, falando especialmente do Brasil, por um motivo: a cidade do Rio de Janeiro é o palco principal da trama. Depois de uma bela avant premiere, é hora de experimentar a versão interativa.

Geralmente, é aquela velha história: jogos baseados em filmes fedem. Ponto.

Por conta disso, o anúncio de um título baseado no filme, mesmo que pelas mãos da Gameloft (que costuma trazer coisas boas para a App Store), não foi recebido lá com muita expectativa. Mas, felizmente, este é um caso à parte.

A primeira vista, você pode pensar que Fast 5 nada mais é do que um Asphalt 6 com outra skin. Mas basta jogá-lo por alguns minutos para ver que há personalidade suficiente que faça valer o preço.

O modo de jogo principal é o carreira, que segue os eventos da película e é dividido em capítulos, também visto pelo outro ponto de vista da história – o lado dos policiais. Entre um evento e outro, você verá algumas cenas. Curiosamente, Vin Diesel, o grande astro, não aparece em nenhuma delas. O modo multiplayer apresenta opções local e online para até 10 jogadores, e é o que basicamente fará você voltar muitas vezes após o término da carreira. Jogar pela rede funcionou muito bem em nossos testes e o lag foi mínimo.

E a corrida vai começar

As missões envolvem corridas simples, drifts, tempo e uma novidade, as arracandas. Este último traz disputas acirradas em um pequeno trecho da pista e seu único objetivo é passar as marchas no momento certo. Sua evolução rende experiência, que destrava carros e upgrades para os mesmos, divididos em performance e aparência, tudo o que a série Velozes e Furiosos sempre esbanjou. Um ponto curioso: se você for daqueles preguiçosos que querem tudo de mão beijada, basta fazer micro transações para habilitar tudo.

As pistas são reproduções dos cenários do filme, como Hong Kong, República Dominicana, e, claro, Rio de Janeiro – o cenário da favela é, certamente, um dos melhores. O visual é fruto de uma engine visivelmente evoluída, o que pode ser notado nos belos efeitos de luz, texturas e reflexos. Alguns trechos são verdadeiros colírios para os olhos e, se você puder jogar isso no iPad 2, vai ficar ainda mais impressionado. Tudo isso, porém, tem um preço – aparelhos de gerações mais antigas não são compatíveis.

Para deixar o jogo ainda mais diferente de Asphalt, duas novidades foram adicionadas ao gameplay (e que serão reconhecidas por alguns). Situações inusitadas podem ocorrer em tempo real, como uma ponte que se destrói ou um trem que passa rasgando, similar a Split/Second. Se não ficar atento, poderá ser surpreendido e ter sua corrida prejudicada.

A outra é a possibilidade de retardar seus movimentos, como já vimos em Grid. Assim, um ato errôneo, como uma batida na parede, pode ser remediada. Mas é bom ficar atento, pois esta função só pode ser usada 3 vezes.

Faça drift com estilo para ganhar dinheiro extra