Share Button

Altered Beast é considerado um clássico dos arcades e principalmente do Mega Drive, onde foi o primeiro jogo a vir junto com o console? Você sabia que apesar da SEGA ter o Master System na década de 80, ela licenciou alguns de seus jogos para outras empresas fazerem versões no Nintendo 8 bit? Um deles é o próprio Altered Beast. Vamos ver como ficou essa versão?

Altered Beast foi lançado em 1988 nos arcades. Nele, você basicamente é um humano que foi ressuscitado por Zeus pra salvar sua filha Athena. Você vai andando, derrotando inimigos, e pegando certas bolinhas, você fica fortão, até que no fim se transforma numa criatura com poderes especiais, que muda a cada fase do jogo. No mesmo ano, o jogo ganhou uma versão pro Mega Drive, que apesar de pequenas perdas gráficas, ficou muito parecido com o do arcade.

No ano seguinte, em 89, o jogo ganhou uma versão pro Master System, que nem de longe é igualmente impressionante. Os gráficos são muito bons, no sentido de bem desenhados, mas o movimento dos personagens e de todo o resto é incrivelmente travado e NADA fluído. Eu não tenho certeza se é tudo na tela, mas boa parte do que acontece nela são cenários sendo animados, em vez de usarem sprites.

E como o Master System não suporta dois cenários ao mesmo tempo, a movimentação é super travada e o jogo parece rodar a uns 5 quadros por segundo, e com isso ele é praticamente injogável. Uma das fases do jogo foi completamente cortada, inclusive. Além disso, o jogo sofre porque o controle não tem o número adequado de botões. No original, um botão soca, outro chuta e o outro pula. O Master System só tem dois botões de ação, e na minha opinião, eles deviam ter cortado o chute ou sei lá, porque um botão é pra socar, outro pra chutar, e pra pular você tem que apertar os dois juntos, o que não fica muito legal.

Então, tivemos a versão do Nintendinho, lançada no Japão em 1990, mas feita pela Asmik, em vez da Sunsoft. O jogo tem um visual horrível, com personagens bem pequenos e cores feias, mas pelo menos o jogo roda muito mais suavemente que a versão do Master System. Infelizmente isso não ajuda muito, porque a jogabilidade ainda é uma atrocidade.

O jogo é super rápido e a detecção de colisão é horrível. Note também como quase metade da tela é ocupada por uma barra com informações. Enfim, pelo menos a Asmik acrescentou novas fases, com novas feras pra se transformar, como um leão, um tubarão e uma fênix, assim como chefes novos também. Mas mesmo assim, eu não posso dizer que recomendo nem essa versão, nem a do Master System. É melhor ficar com a do arcade ou a do Mega Drive.

Não é curioso pensar que esses jogos de franquias da SEGA foram lançados quando ela ainda fazia seus próprios consoles? Hoje em dia, apesar da SEGA desenvolver jogos para outros consoles, ela ainda fabrica máquinas de arcade e cassino. Se você quer aprender a jogar na segunda opção aqui no Brasil, com segurança e de forma licenciada, confira mais sobre cassino online e derivados com nossos amigos da NetBet.