Share Button

World of Warcraft - Warlords of Draenor - Karrath

A Blizzard liberou esta semana as versões “Normal” e “Heróica” da raide “Malho Imponente”, a primeira raide oficial de Warlords of Draenor, a nova expansão do World of Warcraft. Com 7 chefes, sendo 3 opcionais, muitas guildas e jogadores aleatórios estão tentando completar para adquirir os melhores equipamentos do game até o momento, podendo conseguir itens com ilevel de 670. No Wow Progress, até o momento apenas 33 guildas completaram o modo heróico, a modalidade que, até o momento, é a mais difícil do jogo, pois a Blizzard ainda não liberou a dificuldade “Mítico”, a essência hardcore do hardcore do MMO!

Até ontem, apenas 7 guildas tinham completado, mas aos poucos mais gente estará completando a instância completa. Eu cheguei a entrar para um core e praticamente to virando um membro fixo, fazendo a raide normal. Pelo que eu vi até o momento, tudo se resume a posicionamento e conhecer as mecânicas, além de um pouco de sorte. Na quarta-feira, por exemplo, só faltou 6% para derrotar o Karrath, o primeiro chefe da raide e que luta em uma arena similar a um “Coliseu”, tendo algumas  particularidades como “fugir dele” quando ele marcava um alvo, tendo de levar ele para um pilar de fogo que se abria na arena, não cair em 4 alçapões com tigres poderosos e perigosos (praticamente causando morte instantânea) e alguns jogadores serem arremessado para a arquibancada, tendo de sair matando os espectadores, que estarão enfurecidos nessa hora! No Wow Girl tem mais detalhes da luta e da mecânica, que não é muito difícil, mas necessita de treino, coordenação e escolher quem seria arremessado pelo chefe algumas vezes na arquibancada.

Na quinta-feira o grupo conseguiu terminar na primeira vez, mas a segunda luta, contra o Carniceiro, a situação ficou mais complicada, por conta de sua mecânica, posicionamento e trocas de posições, onde acabei me confundindo algumas vezes, e outro jogador teve um lag enorme. Aquele negócio: todo mundo tem de estar coordenado pra não ferrar o grupo todo, e aí ter comunicação por voz acaba sendo essencial. Pena não ter conseguido terminar essa parte, e agora é bem provável que teremos de passar novamente pelo Karrath na próxima semana, quando reiniciam as instâncias.

World of Warcraft - Warlords of Draenor - O Carniceiro

De qualquer jeito, aos poucos os jogadores hardcore estão se equipando, tendo diversas alternativas, como farmar “Cristais Apexis” para comprar e fazer upgrades em equipamentos (que acaba demorando mais), arrumar/comprar alguns “Selos do Destino Temperado” (que adiciona uma nova chance de saque num chefe da raide, mas que tem custo progressivo a cada compra de uma moeda extra) ou criar equipamentos com profissão, ou sem profissão específica, mas que acaba demorando mais tempo. Fora que ainda tem a questão das dungeons heróicas, mas chega um momento que não tem mais como avançar muito nessa parte, a menos que tenha muita sorte pra dropar itens mais poderosos. Por exemplo, ontem consegui um ítem com ilv de 636 e “Forjado para a Guerra”, bem mais poderoso que os ítens normais de “ilv 630” que caem dos chefes das masmorras heróicas. Também cai os drops de equipamentos quando você já está bem equipado, pois no começo você consegue ir se equipando por conta do novo sistema de saque pessoal (que elimina as janelas de “Necessidade/Ganância”, sendo mais justo e com menos chance de tretas entre os jogadores do grupo), mas depois fica mais complicado adquirir equipamentos, já que o game “analisa” que você já está bem equipado, e aí ele passa a vez para outros jogadores que não estão bem equipados, dando mais equilíbrio ao jogo.

Na próxima semana devem abrir a dificuldade “Mítica” e o localizador de raides, abrindo a primeira ala da raide, contendo 3 chefes. Para os jogadores mais “casuais” será uma chance de fazer o conteúdo sem se preocupar com “amarras” de cores e horários fixos ao entrar no localizador, mas os ítens que droparão de lá serão relativamente mais fracos, caindo ítens com ilevel de 640 (contra 655 da raide normal), mas que acaba sendo uma chance extra de se equipar melhor, ficar mais forte e conseguir ser mais efetivo nas raides normais. Já a dificuldade “Mítica” será o “cão chupando manga”, sendo a dificuldade definitiva, e aí só mesmo os mais experientes e conhecedores de suas classes que conseguirão triunfar. Certamente algumas guildas mais hardcore devem ter treinado bastante quando o game estava em “estado alpha” (com servidores de teste), pois bem antes do lançamento a Blizzard lança uma versão prévia da expansão para que os jogadores possam testar as mecânicas e outros elementos do jogo, repassando pra produtora os problemas encontrados, diminuindo os erros quando a versão final chega ao consumidor.

Também tem a questão dos “nerfs” que ela acaba fazendo ocasionalmente, deixando o game mais fácil e/ou mais equilibrado para os jogadores, e um ponto que ela pode acabar mexendo é na questão dos “farming de trash mobs”, onde alguns grupos de jogadores tentam farmar ítens heróicos sem matar os chefes, não precisando ficar vinculados à instância. Apesar da chance de drop ser baixa, ela pode acontecer, e dependendo da sorte do jogador ele pode conseguir uma capa e um cinto com ilevel de 670 com os inimigos comuns, mas em todas as vezes que eu achava grupo pra fazer, era muito difícil conseguir isso. Com mais equipamentos heróicos fica bem mais fácil fazer as raides normais, e assim os grupos poderão depois escalar pras dificuldades “Heróica” e “Mítica”, terminando o conteúdo final da expansão. Lembrando que mais raides irão abrir nos próximos meses, e ainda tem a versão do “Núcleo Derretido”, enfrentando novamente o Ragnaros e tendo a chance de conseguir um elmo com ilv 640, um mascote e uma “Montaria” de Cão-Magma bem estilosa e enorme! E diferente das raides normais, esses ítens são garantidos para todos os jogadores que completarem a raide de comemoração de 10 anos, sendo que ela estará liberada apenas até o início de janeiro de 2015. Então recomendo correr e não deixar de última hora!