Share Button

A produtora de jogos sociais Zynga criou uma maneira de mobilizar as doações de jogadores para as vítimas do Terremoto seguido de Tsunami que abalou o Japão na última sexta-feira (11).

Assim, os jogadores podem fazer suas doações através de “Farmville”, “CityVille” e outros jogos da empresa, que serão repassadas ao Fundo Save The Children’s Japan Earthquake Tsunami Emergency Fund, cuja a renda é repassada às famílias com menores que foram atingidas pelo terremoto.

Em “CityVille”, os usuários podem plantar uma edição limitada de batata doce para alimentar a sua população e aumentar o estoque em seus restaurantes. De acordo com a Zynga, todo o dinheiro levantado com as vendas será destinado ao fundo emergencial em prol das crianças nipônicas.

Outras ações da produtora incluem doações em World Caook.fe, FrontierVille, Worlds of Friends, Zynga Poker e ao utilizar o menu zBar, que funciona no topo do jogo na rede Facebook.

Vale lembrar que a Zynga já foi acusada de lucrar com catástrofes. Em 2009 a empresa arrecadou US$ 2,4 milhões em doações para os sobreviventes do terremoto no Haiti em 2009. Entretanto, somente a metade desse valor foi transferido para as vítimas.

Na ocasião, a declaração oficial dizia que esta era uma “prática comum” da companhia e que os usuários do game foram informados sobre isso. Dessa vez a empresa afirma que todos os recursos arrecadados com as vendas dos itens serão transferidos para os japoneses.

Desastre Natural

A costa nordeste do Japão foi atingida por um terremoto de magnitude 8,9, o maior já registrado no país, nesta última sexta-feira (11). O terremoto ocorreu às 14h46 da hora local (2h46 no Brasil), e teve seu epicentro no Oceano Pacífico, a 130 quilômetros da península de Ojika. Com profundidade de 24,4 quilômetros, foram criadas ondas de até 10 metros de altura, segundo informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).