Share Button
EliGE e Twistzz foram dois dos grandes nomes da equipe norte-americana no confronto (Foto: Divulgação/HLTV)

Atual melhor time do mundo, o Team Liquid sagrou-se campeão da ESL One Cologne 2019, batendo a Vitality por 3×1 na grande final do torneio realizado na “Catedral do CS:GO”. Além do troféu e da premiação de US$125 mil (R$477 mil), os norte-americanos também levaram para casa a bagatela de US$1 milhão (R$3,8 milhões) devido à conquista da 2ª temporada do Intel Grand Slam, circuito que premia a equipe campeã de quatro torneios numa janela de 10 campeonatos organizados da ESL ou DreamHack.

Resumo da série

Embora tenha mostrado jogo no começo da Overpass, o Vitality não conseguiu se impor quando a Liquid deslanchou na partida. Os norte-americanos fecharam a primeira metade com um placar positivo de 9×6, com destaque ao trabalho feito nos rounds forçados, cruciais para mantê-los á frente no confronto. Para fechar a partida, a segunda metade foi totalmente unilateral para o time de Stewie, que marcou sete em sequência e fechou o primeiro mapa no 16×6

Dust2 foi a escolha dos franceses e, diferente do que foi no primeiro mapa, tivemos uma partida bastante disputada pelas duas equipes. Do lado TR, a Vitality conseguiu boas jogadas, mas a primeira metade ficou nas mãos da Liquid, que cravou o 8×7 no placar. Mudando de lado, o time francês conseguiu impor mais o seu jogo e abusar dos erros do adversário. ZywOo e cia. chegaram a emplacar o 14×12 no placar, mas logo depois de pedir uma pausa, a Liquid voltou com tudo, garantindo três em sequência para ficar a um ponto da vitória no mapa. Sem facilitar, a Vitality levou o jogo para a prorrogação, onde a mesma jogou melhor e saiu com a vitória por 19×17, com direito a reforço da torcida, que gritou para auxiliar o ZywOo no último ponto.

O mapa da Inferno colocou os Cavalos mais uma vez à frente no placar. Em seu mapa de escolha, a Liquid começou do lado CT e terminou a primeira metade no 11×4. O resultado poderia ter sido melhor, mas ZywOo não facilitou para os americanos, garantindo uma série de clutchs para manter a sua equipe viva no confronto. Dando continuidade ao jogo, a segunda metade foi um tanto quanto mais disputada pelas duas equipes, mas não deu para a Vitality, que embora tenha impedido os dois primeiros match points da Liquid, não conseguiu segurar o ímpeto de Twistzz e EliGE, que fecharam a conta norte-americana com 16×10 no placar. 

O confronto terminou na Mirage, último mapa escolhido pela Vitality. Mesmo fazendo uma boa primeira metade para segurar o jogo e terminar a primeira metade com o placar de 8×7 para os norte-americanos, o Terrorrista da Liquid foi extremamente superior ao do time francês, que só conseguiu fazer um ponto na segunda metade e viu assistiu o adversário fazer o 16×8 para garantir a partida e a série no 3×1.

Os números dos jogadores no confronto entre Liquid e Vitality (Foto: Reprodução/HLTV)