Share Button

O modo aventura ganhou uma nova modalidade na última semana no Hearthstone, o “Bosque das Bruxas”. Se você jogou a aventura “Kobolds e Calabouços” se sentirá em casa, pois a progressão é muito parecida. Caso contrário o guia é ainda mais importante para você.

No início da aventura você deverá escolher dentre 4 caçadores para começar os duelos. Cada caçador deverá ganhar 8 partidas em sequência para poder completar sua aventura, sendo a última delas contra o seu nêmesis. O deck que você usará para jogar será formado ao longo das batalhas, tendo no início apenas algumas cartas. A medida que você vai conseguindo mais vitórias, poderá escolher dentre as opções de recompensas dadas, a que melhor se encaixe com sua estratégia. Cada um dos caçadores tem um poder heroico único que pode ser melhorado com tesouros, outro prêmio para suas vitórias.

Assim que completar a caçada com os 4 personagens, um novo e último desafio aparece, lutar contra a bruxa Haghata. Ao vencê-la, você ganhará o cobiçado fundo de carta temático. Porém não se engane, o desafio não será fácil, a cada vitória adquirida o próximo adversário será mais forte, com poderes heroicos apelões que vão por sua capacidade a prova. Caso você seja derrotado, você perde o seu progresso e tem que começar tudo novamente. Confira nossas dicas para evitar qualquer dor de cabeça.

Heróis

Cada um dos 4 caçadores é um representante de uma das classes já conhecidas do jogo. Darius é o representante dos guerreiros, Shaw um caçador, Toki dos magos e Tess dos ladinos. Isso de certa forma influencia as cartas que virão para sua escolha a cada vitória, que são 3 por vez. Porém isso não quer dizer que você irá usar apenas cartas de uma determinada classe, a Tess por exemplo tem bastante cartas de caçador, mesmo sendo uma ladina, portanto atenção para a sinergia na hora das escolhas.

Confira abaixo como usar cada um dos heróis:

Tess

Poder Heróico: Vasculhar! Descubra um feitiço que já foi usado nessa partida.

Com o poder heroico da Tess, você pode pegar uma entre 3 magias que já tenham sido usadas nessa partida.

Como ela possui várias cartas de hunter e recebe como prêmio muitos minions com o efeito de invocação de golens de jade, o ideal é jogar de forma agressiva buscando sempre o letal com suas magias de dano direto.

Dentre os tesouros, a dica para escolha é a carta “dedos grudentos”, que faz com que cartas que não tenham saído do seu deck custem um a menos de mana. Com isso, seu poder heroico poderá puxar de volta suas magias de dano com um custo menor, aumentando as suas chances de conseguir o letal a cada turno. Abuse dos golens de jade e foque o herói inimigo sempre que possível, assim você chegará ao seu nêmesis sem mais problemas.

O nêmesis da Tess é um dos mais difíceis da aventura, ele já começa com uma “Ruína dos reis” equipada e possui o poder de chamá-la de volta do deck sempre que precisar. Ele tem magias que vão limpar seu campo e pode melhorar sua arma para atacar recuperando parte da vida. Vá limpando os monstros do inimigo com paciência e atacando ele aos poucos. Os golens de jade vão ser muito fortes aqui por darem consistência ao seu campo, use-os e garanta a vitória.

Darius

Poder Heróico: Dispare os seus canhões! Se matar um lacaio restaure esse poder.

No início de toda partida, seu campo receberá um canhão. Sempre que você utilizar seu poder heroico esse canhão vai disparar nos inimigos que estiverem exatamente a sua frente, causando um de dano. O segredo aqui é tentar posicionar, sempre que possível, o canhão no meio de 2 inimigos, fazendo com que ele dispare duas vezes e aumente o seu valor. Dentre os tesouros, foque nos que aumentam a efetividade do seu canhão. Um deles, por exemplo, aumenta o dano dos disparos e se usado corretamente, fará com que o campo sempre esteja limpo e a seu favor.

Dentre as cartas complementares do seu deck, preze por aquelas que tiverem a habilidade “inspirar” para gerar sinergia com o seu canhão. Controle o campo, aumente o dano das criaturas que você invocar e no fim terá sido uma caçada fácil.

Seu nêmesis possui um deck repleto de cartas com último suspiro e efeitos que neutralizam os seus canhões em certos turnos. A habilidade que ele possui serve para causar dano direto nas suas criaturas e controlar o campo. Tente ficar sempre a frente no número de minions e mantenha o controle a seu favor.

Shaw

Poder Heroico: Evoque um Canissangue 1/1 com rapidez

“Rapidez” é um novo efeito da expansão “Bosque das Bruxas”, que permite ao minion atacar imediatamente um inimigo que não seja o herói adversário. Somando essa limitação ao fraco ataque do canissangue, você tem como resultado o ataque heroico mais fraco dentre os 4 caçadores. Você pode tentar compensar isso com um dos tesouros que adiciona mais 2 de ataque aos seus canissangues invocados, mas conte mesmo é com a força do seu deck. Invista na escolha de feras e cartas que tenham sinergia com elas. Tente povoar o campo e controlá-lo sempre que possível.

Dentre os tesouros ativos, busque os 2 cães Princesa e Bubba, que são excelentes para aumentar a sinergia do seu deck com o uso de últimos suspiros e invocações.

O seu nêmesis tem o poder de ficar invencível enquanto o campo não estiver limpo, o que significa que para tirar seus pontos de vida, terá primeiro que eliminar todos os monstros que ele colocar. Não satisfeito, ele ainda possui cartas de limpar o seu campo, portanto cuidado e jogue com paciência, mantendo sempre a frente no número de minions e atacando ele aos poucos.

Toki

Poder Heroico: Comece novamente o seu turno!

Essa caçadora é uma maga nata e possui no seu baralho algumas das cartas mais clássicas do tipo que abusam da aleatoriedade, como o portal. Seu poder heroico é o mais divertido, uma vez que pode reiniciar o seu turno. Portanto abuse das cartas de RNG, como o próprio portal, e não aceite um resultado negativo. Em caso de qualquer má sorte, reinicie o turno.

Os tesouros dela também são muito bons. Procure primeiramente pelo “Retorno”, uma habilidade passiva que permitirá que você recomece uma partida caso perder, após o reinício ela será destruída. Depois, pegue se possível a “Batida da meia noite”, uma carta com o novo efeito “Eco”, que faz com que você possa usá-la quantas vezes forem possíveis dentro de um mesmo turno. Essa carta pode ser usada para destruir um monstro aleatório no campo do adversário. No turno 10, por exemplo, você poderá usá-la até 5 vezes, uma vez que ela custa apenas 2 de mana e com isso irá destruir praticamente todo o board inimigo.

Seu nêmesis é você mesmo no futuro, voltando para te impedir no presente. O poder heroico dela é absurdamente forte, dando aos minions no campo a possibilidade de atacar 4 vezes no mesmo turno. Mantenha o campo sempre limpo e ao seu favor e utilize do seu poder heroico para garantir os melhores resultados a cada rodada.

A bruxa Haghata

Agora que conseguiu vencer com os 4 caçadores, um desafio final poderá ser enfrentado, a bruxa Haghata. Ela possui 100 de vida(!!), um poder heroico que garante que sempre que ela jogue um minion um feitiço de xamã aleatório vá para sua mão, além de armas infernais que vão ajudar a manter a vida dela sempre alta e o campo quase sempre a seu favor.

Mas não precisa se preocupar, para equilibrar a batalha você poderá utilizar os 4 caçadores durante a batalha, utilizando de cartas especiais que permitem trocar o herói que você estiver usando no momento, bem como utilizar seus poderes heroicos e escolher uma de suas passivas.

Essas cartas também possuem um efeito de grito de guerra, que permite que você dê dano em área nos minions da Haghata. Utilize a troca de heróis sempre nos momentos certos, para limpar o campo e trazer o controle para o seu lado.

A carta de herói da Tess dá oito de dano em área e deve ser utilizada mais para o final da batalha. Nesse momento, boa parte das magias já terão sido usadas, o que faz com que seu poder heroico seja muito valioso. Escolha a passiva que te deixa usar os poderes heroicos duas vezes e abuse da habilidade.

Uma estratégia que deu certo aqui foi combar a passiva da Toki, que permite que a primeira magia usada no turno seja usada de novo, com a passiva da Tess, que permite usar seu poder heroico 2 vezes.

Com isso, quando você estiver usando a Tess, pode procurar o “chamado da selva” com seu poder heroico depois de usá-lo pela primeira vez. Caso ele não aparecer na primeira tentativa, escolha outra magia e use o poder heroico de novo para procurá-lo.

Assim que você achá-lo, basta utilizar e com a passiva da Toki, que faz com que seu efeito seja repetido, você dominará o controle do jogo uma vez que seu campo ficará povoado de feras, fazendo com que a batalha fique mais fácil.

E isso encerra a aventura, agora é sua vez de conseguir completá-la com a ajuda das nossas dicas. Mande suas dúvidas para a gente e nos conte como foi sua estratégia. Nos vemos no jogo!