Share Button

Muitas pessoas cometem loucuras em busca de fama, reconhecimento e/ou satisfação pessoal; contudo, alguns realmente vão além. Depois do desastre de Fukushima, Japão, há alguns anos, com vazamento massivo de material radioativo por toda região graças aos problemas apresentados por uma usina, a cidade foi totalmente evacuada – por uma boa razão.

O explorador urbano holandês, Bob Thissen, fugiu do bloqueio da polícia local, que visa proteger desavisados da contaminação radioativa, para poder fotografar algumas imagens de locais abandonados. A estrela da vez é um fliperama da Sega – extremamente conservado, apesar das circunstâncias.

Apesar de alguns itens terem sido removidos, muitos materiais originais ainda podem ser encontrados – como prêmios e cápsulas de brinquedos intactas. Mais de 160 mil pessoas foram evacuadas da cidade – e, como já mencionado, atualmente a polícia local tenta evitar o fluxo humano dentro da área afetada.

Fliperamas da Sega são comuns na terra do Sol Nascente. São vibrantes, alegres e cheios de sons e imagens divertidas. Já foram retratados em alguns jogos da empresa, como a série Yakuza – ou “Ryu Ga Gotoku”, no Japão.

A surpresa ficou por conta da boa conservação das cabines. Apesar da poeira e da ferrugem, algo completamente normal e dentro do esperado em um estabelecimento abandonado por 8 anos, as atrações permanecem, ainda, vibrantes – dentro do possível.

Muitos equipamentos energizados com pilhas e baterias ainda funcionavam. Infelizmente, a poeira radioativa impedia um contato mais direto com os itens.

Se a empreitada valeu a pena, devido aos altos riscos, só o curioso explorador poderia nos informar. Entrar em locais expostos aos perigos da radioatividade nunca é uma boa ideia; todavia, é inegável o cenário único e interessante capturado.