Share Button

Há duas semanas atrás eu publiquei uma notícia sobre um cara que ganhou uma indenização por causa da remoção  Install Other OS, do PlayStation 3. Bom, foi só questão de tempo para que outra pessoa surgisse e mais uma vez a Sony levasse um processo.

Desta vez foi no estado da Califórnia, nos EUA, pelo americano Anthony Ventura, que abriu o processo por conta da remoção do sistema operacional Linux, por meio de uma atualização obrigatória do PlayStation 3. O Linux era usado por hackers para copiar e distribuir ilegalmente os jogos do console, mas a Sony acabou com a festa.

Mas Anthony Ventura se sentiu prejudicado por esta decisão da empresa e afirmou que a remoçãodo sistema operacional para “garantir a segurança de seus usuários” é baseada apenas nos interesses da companhia e que foi feita prejudicando todos os consumidores. Caso o usuário não faça a atualização, que apagaria automaticamente todos os dados armazenados com o sistema Linux instalado, o usuário não tem acesso à PlayStation Network, jogar games on-line ou até mesmo jogar alguns títulos mais recentes. Ventura alega, também, que a atualização foi para evitar a pirataria no PS3 e não para garantir a segurança, como a Sony alegou.

A empresa ainda poderá recorrer da decisão.

* E aposto como isso não termina aqui, logo deve sair novos capítulos da novela…