GamesNotíciasr7

Vazam imagens de um suposto novo Silent Hill

O insider AestheticGamer, conhecido também como Dusk Golem, postou quatro imagens no Twitter que ele alega serem de um novo Silent Hill. Ele disse que são de uma fonte nova para ele, mas que lhe deu provas suficientes para acreditar no conteúdo que lhe foi fornecido.

A reputação de Dusk Golem é mista, com ele já tendo acertado coisas que havia divulgado antes de serem anunciadas oficialmente, mas também já errou bastante. Entretanto, horas após as imagens terem sido divulgadas, ele foi alvo de uma reclamação no Twitter por infringir direitos autorais e teve de remover as fotos para que não perdesse a conta, sugerindo que o material é autêntico.

As imagens, que por razões de segurança não hospedaremos aqui, mas que podem ser vistas neste link do Imgur, mostram uma sala bagunçada, um corredor vermelho com as paredes cobertas por papeis e uma figura misteriosa ao fundo, e uma mulher com o rosto coberto por mensagens como “eu me odeio” e “minger” (gíria britânica para descrever alguém feio) dentro da própria face.

Uma das imagens aparentemente é uma arte conceitual feita em 20 de outubro de 2020 por Masahiro Ito, o designer de monstros e diretor de arte dos três primeiros Silent Hill.

Há também uma pichação na parede que diz “Ele não é o Messias, ele é um garoto muito travesso” (via tradução livre), que na verdade é uma fala do filme Monty Python’s A Vida de Brian. Isso juntamente com a palavra “minger” sugere que se for um novo Silent Hill, ele terá influências britânicas.

AestheticGamer mencionou também os nomes “Anita & Maya”, “Mensagens SMS” e que não se trata do único Silent Hill em desenvolvimento. Ele afirmou que as imagens são de 2020 e portanto o projeto pode ter passado por mudanças desde então. Ele ressaltou que tem várias provas privadas para mostrar que o jogo é real e continuará aguardando até o anúncio oficial.

Será que a Konami realmente está trabalhando em um novo Silent Hill? Esperemos que sim e que faça jus à importância desta franquia, que atualmente encontra-se abandonada.

Via VGC

Artigos relacionados