Share Button

Há anos se fala da reunião da formação clássica do Guns N’ Roses, e o início de 2016 não foi diferente, com diversos rumores pipocando na internet. A conceituada revista Billboard havia afirmado que a reunião iria mesmo acontecer, mesmo assim muitos não acreditaram, afinal, a história já era quase uma fábula.

Mas eis que nesta quarta-feira (5) que a assessoria de imprensa do GNR anunciou oficialmente que Axl Rose, Slash e Duff McKagan, três dos membros da formação original, irão tocar nos shows que a banda vai fazer no Coachella, festival que ocorre na Califórnia em 15-17 e 22-24 de abril. Infelizmente nada foi dito sobre os outros dois membros (à direita na foto acima), Izzy Stradlin (guitarrista e principal compositor do GNR) e Steven Adler (baterista).

O fundador Axl Rose [vocal] e os antigos membros Slash [guitarra] e Duff McKagan [baixo] vão retornar para o show principal do Coachella Music & Arts Festival (15-17 de abril & 22-24 de abril) – como anunciado ontem [segunda-feira] à noite!“, diz o comunicado oficial.

Durante meses, os críticos e o público geraram uma imensa excitação e especulação sobre a possível volta da formação icônica [do Guns]. Os shows de abril vão marcar a primeira vez desde 1993 que os Gunners vão dividir o palco naquele que deve ser, com certeza, um evento explosivo“. Não se sabe se essa reunião será apenas para o festival ou se mais shows seguirão posteriormente.

Desde que saiu do GNR em 1993, Slash vem trocando farpas e alfinetadas com Axl Rose na imprensa (Em 2009, Axl disse que Slash era ‘um câncer que deveria ser removido’ ou ainda ‘está claro que um de nós vai morrer antes de haver uma reunião’), até que em agosto do ano passado o guitarrista confirmou uma reconciliação com o antigo companheiro:

Já estava provavelmente passando da hora, sabe? Mas está legal agora. Você sabe, deixar aquela negatividade, aquelas coisas negativas que estavam acontecendo por tanto tempo“, disse ao jornal sueco “Aftonbladet”.

É meus amigos, parece que desta vez realmente vai acontecer, infelizmente não uma reunião completa como deveria ser, mas ao menos três membros originais é melhor do que apenas um com uma banda cover, não é? Foram 23 anos anos de rancores e ressentimentos, vamos torcer que tenha sido tempo suficiente para colocar as desavenças de lado.