Share Button

De acordo com informações do site Polygon, um jogador norte-americano está processando a Sony por um jogo que não apresenta “gráficos tão bons quanto o prometido“. Não, não é uma piada!

Douglas Ladore, residente do estado da Califórnia, entrou com um processo na justiça contra a Sony por alegadas propagandas falsas e enganosas com o jogo “Killzone: Shadow Fall” – um dos primeiros títulos a sair no console no fim de 2013, leia nossa análise dele clicando aqui – que diziam rodar a 1080p, na época do seu lançamento.

Porém, diversas análises revelaram que o modo multiplayer do jogo roda a 960×1080, e não 1920×1080, o que carecteriza os “1080p nativos“. Segundo a própria fabricante do game, a Guerrilha Games, foram utilizados truques e técnicas gráficas que criam “resultados subjetivamente similares” aos 1080p, fazendo com que a resolução pareça melhor do que a original.

O processo acusa a Sony de declarações negligentes, propaganda enganosa, concorrência desleal e fraudes na indução. Ladore afirma que se soubesse que o jogo não rodava a 1080p, ele não o teria comprado ou que esperaria o preço cair. Ele pagou US$ 50 pelo jogo.

Ele agora pede como indenização parte dos lucros do game e mais uma indenização pela “conduta do acusado” num valor de mais de US$ 5 milhões.

A Sony não não se pronunciou sobre o caso.