GamesNotícias

Ken Kutaragi, criador do PlayStation, afirma não gostar do metaverso e dos óculos de realidade virtual

O inventor do PlayStation, Ken Kutaragi, disse o que pensa a respeito de duas novas tecnologias que começaram a ganhar mais espaço na indústria, sendo elas o metaverso e os óculos de realidade virtual, afirmando não gostar de nenhuma delas.

“Estar no mundo real é muito importante, mas o metaverso é tornar quase real no mundo virtual, e não vejo sentido em fazer isso,” disse o empresário de 71 anos à Bloomberg News. “Você prefere ser um avatar em vez de seu verdadeiro eu? Isso não é essencialmente diferente de sites de mensagens anônimas”.

Kutaragi, responsável por criar o negócio de games da Sony em 1993, atualmente é CEO da Ascent Robotics Inc., uma startup de inteligência artificial com sede em Tóquio e que acabou de arrecadar US$ 8,7 milhões da Sony e da SBI Holdings Inc.

O objetivo da empresa, que Kutaragi descreve como a missão de sua vida, é misturar o mundo real com o ciberespaço de uma maneira perfeita e sem engenhocas, parecido com o que vemos nos hologramas em Star Wars. Por causa disso, ele é contra os óculos de realidade virtual.

“Os headsets [de RV] isolariam você do mundo real, e não posso concordar com isso,” disse ele. “Esses headsets são simplesmente irritantes”.

Com os novos recursos financeiros obtidos pela Ascent Robotics, a equipe de Kutaragi espera acelerar o desenvolvimento de uma plataforma de robótica que inclui software, sensores e máquinas.

“Os robôs atuais não tem software e sensores que possam igualar os humanos na compreensão do mundo real e na relação às coisas que veem pela primeira vez, e nosso objetivo de curto prazo é oferecer uma solução para isso,” afirmou. “Porque você quer que os robôs sejam capazes de criar diversas coisas, não apenas incontáveis unidades da mesma coisa”.

Artigos relacionados