Share Button

A Microsoft demitiu parte de seu estúdio em Vancouver, Canadá. O estúdio estava trabalhando no simulador de voo “Microsoft Flight”e em “Project Columbia” – jogo educativo para Kinect que não chegou a ser lançado.

“A Microsoft Studios decidiu interromper o desenvolvimento de‘Microsoft Flight’ e ‘Project Columbia’. Como resultado desta ação, cortamos algumas vagas do time de desenvolvimento, mas o departamento de recursos humanos está em contato com os afetados para encontrar novas oportunidades dentro da companhia”, explicou um representante da Microsoft ao site GameSpot.

Segundo o GameSpot, o número de funcionários afetados é “pequeno” – de acordo com uma mensagem no Facebook, 35 pessoas, dado não confirmado pela Microsoft.

O estúdio continuará desenvolvendo jogos. “Microsoft Flight” não receberá novas atualizações, mas o jogo continua disponível para download gratuito no site oficial.

Ao mesmo tempo em que surge a notícia dos cortes, também é possível ver que o estúdio de Vancouver está contratando novos talentos para o seu time. O site da empresa mostra algumas posições em aberto para trabalhar como animador e responsável por elementos online, por exemplo.

Livre para voar

Primeiro jogo da série desde “Flight Simulator X”, “Microsoft Flight”prometia renovar vários aspectos da franquia, oferecendo opções de controle mais simples e uma experiência de voo satisfatória e envolvente.

O jogo também teria Conquistas e modalidades de jogo como desafios de manobras e outras brincadeiras para quem prefere fazer umas piruetas e deixar a simulação pura um pouco de lado.

“Microsoft Flight” está disponível para PC.