Share Button

Existem muitos casos de vírus que são feitos para imitar jogos muito conhecidos para invadir dispositivos móveis e computadores.

De acordo com a PSafe, empresa brasileira de segurança e performance mobile, Minecraft foi identificado como um jogos mais populares neste aspecto. Nas últimas 24 horas desde que esta informação foi divulgada pela empresa, segundo ela mais de 85 versões diferentes de imitações falsas do jogo foram identificadas.

Devido ao fato de Minecraft ser um game pago, com muitos usuários buscando por versões gratuitas alternativas dele, ele é muito visado por hackers mal-intencionados para a criação de aplicativos que confundem os usuários de modo que tenham acesso aos seus dados.

No caso da Pocket Edition, baixando o malware são solicitadas permissões diferentes do jogo verdadeiro, como ler, apagar e enviar SMS; ativar e desativar as redes wi-fi e 3G; ler histórico de chamadas e de SMS; assim como realizar chamadas e ter controle sobre o aparelho. Desta forma, basicamente, o hacker assume o controle do dispositivo.

A PSafe informou que nos últimos sete meses bloqueou mais de 80 mil ameaças relacionadas ao Minecraft, com as principais delas sendo encontradas no Brasil e EUA.

Alguns exemplos de malware desenvolvidos a partir do jogo são o Minecraft.SMSreg, Minecraft.Fobus e Minecraft.Bot.

Portanto, se decidir jogar, baixe o jogo através dos links oficiais – Google Play, App Store, Windows PhonePC – e certifique-se de usar um anti-vírus para escanear regularmente seu celular ou computador.