Share Button

Um mês após ter sido lançado no ocidente, o Diretor da série, Katsura Hashino, veio a público agradecer todos os fãs pelo apoio que Persona 5 vem recebendo.

“Como desenvolvedor, estou feliz em saber que Persona 5 está sendo jogado por tantas pessoas do outro lado do mundo,” disse Hashino no PlayStation Blog. “Persona 5 tem uma história muito ‘japonesa’ com alguns aspectos políticos, então não podia prever como os jogadores no ocidente iriam reagir a isso. Eu sabia, entretanto, que Persona 5 estava sendo aguardado ansiosamente por gamers do resto do mundo enquanto o criávamos, então fiquei curioso para ver como a trama seria recebida.”

Em 2016, ano no qual a série completou 20 anos, Hashino passou o desenvolvimento dela para seus sucessores e anunciou o início de “um novo projeto de RPG que se ambienta em um mundo de fantasia.”

“Seja um jogo nos dias de hoje, como as séries Persona e Shin Megami Tensei, ou um game ambientado em um novo mundo de fantasia, almejo criar títulos que ofereçam uma experiência valorosa de autorreflexão através de uma jornada, enquanto se interpreta personagens com os quais os jogadores possam se reconhecer.”

“Esses esforços só são possíveis graças à recepção positiva que recebemos dos fãs – não apenas no Japão, mas no mundo inteiro – da série Persona e RPGs da Atlus em geral. Agradeço todo seu apoio para esse novo capítulo da série Persona, e espero que todos aproveitem os novos RPGs da Atlus que estão por vir.”

Se você tem um PS3 ou PS4 e gosta de RPGs japoneses, compre Persona 5 assim que for possível. É um dos melhores jogos da geração e um dos mais memoráveis títulos do gênero lançados nos últimos anos. Já estou no New Game+, com mais de 120 horas gastas e ainda não me vejo parando de jogar tão cedo.

Nunca jogou a série antes? Então dê uma conferida na nossa análise para saber o que achamos de Persona 5.