Share Button

E acaba de sair o novo capítulo da novela Final Fight: Double Impact. Como divulgado ontem aqui no site, o título para PS3 exigia a conexão online para ser jogado, o que não agradou muita gente. A Capcom reconheceu que realmente existe essa conexão permanente à internet para se jogar o game,e pediu desculpas por não ter colocado um aviso no momento da compra.

Usuários que baixaram o pacote, perceberam que ele não funcionava caso o console não estivesse conectado na PSN – seja no modo single ou multiplayer. A Capcom teve que enfrentar vários jogadores indignados com a restrição na comunidade de seus póprios foruns.

Em um comunicado divulgado hoje, a empresa pediu desculpas “pelos problemas que os consumidores estão tendo”. Quanto ao sistema de bloqueio do jogo, a Capcom disse que envolve a prestação de aviso do DRM na página de descrição do jogo na PlayStation Store, e não a retirada ou alteração do dispositivo.

“Os requisitos de DRM para Final Fight: Double Impact não são exclusivas para este lançamento”, afirmou. “Este mecanismo de proteção tem sido implementado em vários jogos oferecidos na PlayStation Store antes”. A Capcom não respondeu a uma pergunta, de quais jogos anteriores exigiam uma conexão constante.

No início desta semana, no entanto, um usuário em um fórum do IGN postou uma resposta, que ele disse veio da Capcom respondendo à sua reclamação. O administrador disse que o DRM era uma limitação “da rede Sony” e sua inclusão em Final Fight: Double Impact foi feito “para combater a desenfreada partilha de jogos PSN, que foi acontecendo ao longo do ano passado.”

“Nós não estamos comprometidos a fazer isso com todos os títulos a serem lançados, mas a única maneira de avaliar o impacto foi tentá-lo com um primeiro título”, escreveu o administrador.

“Hey Guy, porrada só se estiver online”