Share Button

A Visceral Games, responsável por jogos como Dead SpaceDante’s InfernoBattlefield Hardline, está com os dias contados de acordo com uma postagem feita por Patrick Söderlund, vice-presidente executivo da EA, no blog da empresa.

Com o fechamento da Visceral Games, o jogo de Star Wars no qual estava trabalhando passará por mudanças e será transferido para um estúdio diferente.

Patrick Söderlund disse que a EA esteve “testando o conceito do jogo com outros jogadores, ouvindo o feedback sobre o que e como eles querem jogar, e acompanhando de perto mudanças fundamentais dentro do mercado”.

“Ficou claro que para entregar uma experiência que fará os jogadores quererem voltar e aproveitar o jogo por um longo tempo, precisávamos transformar o design.”

Söderlund informou adicionalmente que uma equipe da EA Worldwide Studios tomará as rédeas do desenvolvimento do jogo, liderada por uma equipe da EA Vancouver “que já começou a trabalhar no projeto”, e também que “nosso estúdio Visceral será fechado, e estamos transferindo a maior parte possível da equipe para outros projetos e equipes da EA”.

“Por último”, segundo ele disse, “embora tenhamos originalmente esperado lançar este jogo no final do nosso ano fiscal de 2019, agora estamos olhando para um novo período de tempo que anunciaremos no futuro.”

De acordo com um e-mail obtido pelo site Kotaku que foi enviado aos funcionários por Söderlund, o produtor executivo Steve Anthony é quem irá liderar a equipe da EA Vancouver que está agora trabalhando neste novo Star Wars, usando “muito do trabalho que foi feito até hoje pela Visceral”.

Vale ressaltar que a diretora Amy Hennig, que ganhou fama ao dirigir os jogos da série Uncharted, havia se juntado à Visceral justamente para trabalhar neste Star Wars, logo após deixar a Naughty Dog no começo de 2015. Segundo a Kotaku, um porta-voz da EA disse: “Nós estamos conversando com Amy sobre seu próximo passo,” não deixando claro o que irá acontecer com ela.

O site também acredita, assim como eu na verdade, que esta nova encarnação de Star Wars envolverá elementos de “jogos como serviço”, ou seja, que os games nunca parem de receberem novos conteúdos até pelo menos suas sequências saírem, uma ideia que a EA abraçou com força já tem algum tempo.