Share Button
Divulgação

Você já parou para perceber quem são aquelas pessoas que ficam atrás dos jogadores de League of Legends durantes as partidas em diversos campeonatos? São os juizes da partida.

Sim! Os campeonatos de Lolzinho são supervisionados por juizes como em outros esportes famosos, como futebol e basquete. Mas você deve estar se perguntando: “O que um juiz de League of Legends realmente faz?”. Bom, para responder esta pergunta nós conversamos com Philipe “PH” Suman que já foi Gerente de League Operations da Riot Games no Brasil (atualmente na Garena) e nos vai explicar um pouco melhor sobre esse trabalho importante realizado no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL).

GameHall: Qual é a rotina de um juiz do CBLoL?

PH: Os juízes do CBLoL auxiliam nos testes dos equipamentos e dos servidores que são utilizados na competição. Quando as equipes chegam ao estúdio para as partidas, os juízes certificam-se de que os jogadores estão portando seus periféricos (teclado, mouse, mousepad), verificam se os uniformes estão adequados ao regulamento e garantem que nenhum objeto não autorizado está entrando na área do palco. Depois que os times já estão em seus lugares, os juízes fazem a verificação das configurações e confirmam se os jogadores estão prontos. Durante cada partida, os juízes acompanham a comunicação das equipes e auxiliam na solução de eventuais problemas que surgirem. Após os jogos, os juízes fazem uma checagem geral no palco para recolher quaisquer itens que tenham sido esquecidos e preparam o espaço para a próxima partida.

GameHall: Como é a ação de um juiz quando ocorre um problema em uma partida?

PH: Como os juízes estão o tempo todo nos canais de comunicação das equipes, eles são capazes de perceber quando algum problema pode aparecer e informam o pessoal técnico. Caso ocorra uma pausa, os juízes são os únicos que podem se comunicar com os jogadores para entender o que houve e fazem a ponte de comunicação com o pessoal técnico.

GameHall: Qual é a preparação de um juiz?

PH: Os Juízes passam por treinamentos e são informados quando há alguma mudança significativa no jogo ou nas regras, para que sempre saibam como reagir.

GameHall: O que os juízes fazem no pré-game e durante o jogo?

PH: Os Juízes de Palco recebem os jogadores, auxiliam na preparação, fazem o processo de verificação de equipamentos e configurações e acompanham a comunicação do time durante todo o jogo. O Juiz Principal fica constantemente em contato com os Juízes de Palco e é responsável pela validação de todas as informações pré e pós partidas (escalações, pontuação, etc.). Ele também é encarregado por analisar quaisquer situações atípicas e tomar as decisões necessárias conforme o regulamento.

GameHall: Quando um juiz precisa entrar em ação?

PH: Existem duas situações em que um Juiz de Palco atua: na preparação dos times, verificando se tudo está correto para o início da partida, e durante os jogos, acompanhando a comunicação dos jogadores e auxiliando na resolução de eventuais problemas. O Juiz Principal é quem decide como agir em situações atípicas durante o jogo, incluindo as que demandam a aplicação de penalidades.

GameHall: Quantos juízes trabalham por jogo?

PH: Cada partida do CBLoL tem a participação direta de dois Juízes de Palco, um acompanhando cada equipe, e de um Juiz Principal, que fica constantemente em contato com os Juízes de Palco.

GameHall: O que é necessário fazer para ser um juiz do CBLoL?

PH: Os juízes do CBLoL são recrutados e gerenciados por uma agência parceira, que avalia conhecimentos de League of Legends, profissionalismo, assertividade, cordialidade, trabalho em equipe e capacidade de comunicação clara e objetiva. Depois de selecionados, os novos juízes passam por um período de treinamento e avaliação prática.

GameHall: Existe algum treinamento necessário para os juízes do CBLoL?

PH: Há um treinamento padrão que damos para todos os juízes, para que possam exercer suas funções na competição, mas o mais importante é o período em que os novatos acompanham os mais experientes durante as atividades. Por mais que haja o conhecimento teórico, entendemos que é necessário um período de aclimatação ao palco, já que as câmeras, luzes, jogadores profissionais e a plateia (em eventos) podem ser intimidadores para quem não está acostumado. Um novo juiz só é colocado em atividade a partir do momento em que sente-se seguro para atuar.

A Riot Games dos Estados Unidos até lançou em seu canal no Youtube um vídeo falando sobre o trabalho dos ‘referees’ em sua liga da LCS NA. (Para conferir o vídeo com legendas em português, clique na aba de ferramenta do player).