Share Button

Divulgação

O Brasil provavelmente é o único lugar do mundo onde o Master System ainda é produzido e comercializado no mercado – assim como o seu irmão Mega Drive. Sem dúvida um feito e tanto para um console que marcou gerações de jogadores nestes 30 anos de estrada aqui no país.

Lançado pela Tectoy em 4 de setembro de 1989 (apenas dois anos após a fundação da empresa), o Master System rapidamente caiu nas graças dos jogadores brasileiros, que pela primeira vez tinham um produto de qualidade oficial – o concorrente NES era só importado (e caro) e também havia os seus clones piratas brasileiros, como o Dynavision, Top Game e Phantom System.

Mesmo com a pesada concorrência dos clones nacionais, que eram a verdadeira dor de cabeça para a Tectoy, o Master System conseguiu dominar o mercado brasileiro, graças aos esforços da Tectoy em investir no marketing, como anúncios em revistas, comerciais de televisão, um fã clube oficial para quem comprava o aparelho (tinha carteirinha, jornalzinho e tudo!), enfim, uma verdadeira revolução na indústria de games que os fãs brasileiros via de camarote graças à parceria Sega-Tectoy-Master-System.

Não é a toa que 30 anos depois milhares de jogadores ainda lembram com carinho desse console, agora repassando esse amor para os seus filhos. E que venham mais 30 anos!

Para comemorar essa data especial, fizemos um Top 10 com grandes clássicos do console – que possui muito mais grandes jogos, mas que infelizmente por falta de espaço ficara de fora, mas que você pode relembrar nos comentários!

Obs: A lista não está em ordem de preferência.

Mônica no Castelo do Dragão

Nada melhor para começar essa lista do que com o (provavelmente) game “nacional” mais famoso do console – que é na verdade uma reprogramação visual e textual do jogo original Wonder Boy in Monster Land. O game foi um dos grandes sucessos do Master System e ainda rendeu duas continuações: Turma da Mônica em O Resgate, para o Master e Turma da Mônica na Terra dos Monstros, para o Mega Drive – os dois também eram versões modificadas de jogos da série Wonder Boy.

Phantasy Star

Phantasy Star trouxe para os brasileiros a oportunidade de jogar um RPG e aproveitar toda a sua história em português – lembrando que naquela época não havia internet ou globalização e poucas eram as crianças que dominavam o inglês. Com uma narrativa épica, personagens marcantes e batalhas memoráveis, o jogo rapidamente se tornou um dos favoritos dos fãs. Ganhou três sequência diretas no Mega Drive e vários spinoffs nas décadas seguintes.

Alex Kidd in Miracle World

Outra figurinha muito famosa do 8 bits da Sega – é praticamente impossível falar do console e não citar o Alex Kidd. Provavelmente o jogo mais famoso do console, oferecendo muita criatividade, carisma e diversão. Simplesmente imperdível.

Sonic The Hedgehog 2

Assim como o primeiro título, Sonic The Hedgehog 2 ganhou uma aventura totalmente inédita no 8 bits, que aproveitava bem o hardware do Master System, não sendo um simples port downgrade do Mega Drive.

Castle of Illusion

Assim como o Sonic, o jogo de Mickey Mouse foi feito com extremo capricho no Master System, tendo como base a versão original do Mega Drive, mas contando com vários elementos exclusivos, além de manter todo o charme e carisma de um jogo com a marca Disney.

The Lucky Dime Caper

E já que estamos falando da Disney, nada melhor do que lembrar de seu outro grande astro: o Pato Donald. O pato mais raivoso do mundo ganhou uma aventura épica exclusiva no Master System, onde nosso herói penoso e o seu martelo devem passar por sete estágios para chegar ao castelo da bruxa Maga Patalógica para resgatar os seu três sobrinhos, Huguinho, Zezinho e Luizinho.

Aladdin

Mais um baseado no universo da Disney lançado em 1994, a jogabilidade do Aladdin divide opiniões, mas é inquestionável que este game está entre os melhores do Master no quesito visual.

Master of Darkness

O “Castlevania” do Master System, Master of Darkness foi desenvolvido pelo estúdio SIMS, que na época era uma subsidiária da Sega. O jogo impressiona pela riqueza visual dos cenários, abusando dos detalhes e muitos elementos simultâneos na tela, além de um super desafio.

Psycho Fox

Em 1989 o Master System recebeu o encantador jogo de plataforma Psycho Fox, estrelado por uma raposinha que podia se transformar em outros três animais, abrindo novas opções de gameplay. Aqui no Brasil, o game serviu de base para o jogo do Sapo Xulé. O jogo ainda gerou um sucessor espiritual no Mega Drive, chamado Magical Flying Hat Turbo Adventure, que no ocidente ficou conhecido como Decap Attack.

Shinobi

O famoso ninja da Sega fez sua estreia nos arcades em 1987, e no ano seguinte esse mesmo jogo ganhou uma adaptação no Master System. Na pele de Joe Musashi a sua luta é contra a organização do mal chamada Zeed, que aterrorizou o clã ninja Oboro, raptando as crianças do clã.