EspeciaisTops

Relembre 15 dos melhores games dos anos 90 para PC

Que a década de 1990 foi uma época que deixou saudades entre os gamers que estão na faixa dos 30-40 não é novidade para ninguém. Muitos games foram lançados nesta época, sendo que muitos se tornaram séries que perduram até os dias de hoje, enquanto outros fizeram grande sucesso, mas ficaram restritos aos nos noventa mesmo. É comum vermos listas explorando os games do consoles como Mega Drive, Super Nintendo e PlayStation 1 , mas e os jogos de PC daquela época? Há listas, mas elas são mais raras e, pensando nisso,  selecionamos 15 dos melhores games dos anos 90 para PC.

Obs: Não estão em ordem de importância e caso algum game que, na sua opinião, seja imprescindível e tenha ficado de fora, diga nos comentários.

Fallout

Lançado em 1997, Fallout: A Post Nuclear Role Playing Game é considerado por muitos como uma continuação não-oficial de Wasteland, já que a jogabilidade semelhante entre ambos.

Sendo um RPG eletrônico de mundo aberto, o objetivo é interagir com habitantes e ganhar pontos de experiência, mas se diferencia dos jogos do gênero por permitir ao jogador completar uma mesma tarefa de diversas formas, sendo que estas vão impactar diretamente no andamento do jogo. Hoje vemos isso nos games com certa frequência, mas Fallout quem abriu as portas para que acontecesse.

Baldur´s Gate

Clássico da Bioware muito lembrado entre os retrogamers, o Baldur´s Gate é um RPG eletrônico muito elogiado pelo alto nível de customização (para a época, claro), seus excelentes gráficos e uma ótima história. Em 2019, o game foi relançado na edição “Enchanced” para os dispositivos atuais, atualizando os visuais. Quem quer conhecer um game que marcou época e que é divertido até os dias de hoje, definitivamente deve testá-lo.

Everquest

Saindo em 1999, este é um clássico dos MMORPG e muitos argumentam ser pioneiro em popularizar o gênero, entrando facilmente em qualquer lista dos melhores games do anos 90. Com diversas classes e ótimos gráficos, o game também ficou conhecido aqui no Brasil por ter sido proibido em janeiro de 2008, nove anos após seu lançamento e em uma época que não havia tanta distribuição do game.

Grim Fandango

Muito famoso entre os retrogamers, Grim Fandango é um clássico do aponte e clique lançado em 1998. Com uma história divertida, excelentes gráficos, enigmas lógicos e uma progressão bastante fluida, o game se destaca pelo humor, que pode garantir algumas risadas que farão os jogadores “chorarem” de rir. Em 2015 ganhou uma versão remasterizada que também está disponível em português.

Diablo

Série muito famosa da Blizzard, Diablo também teve sua primeira edição nos anos noventa. Lançado em janeiro de 1997, este é um RPG de ação que te coloca no Reino de Khanduras e te bota em dezesseis dungeons que são geradas de forma aleatória, com o objetivo de chegar até o inferno e enfrentar o grande vilão, Diablo. Com jogabilidade simples, porém com alto nível de dificuldade especialmente na reta final, Diablo marcou época e merece um espaço nessa lista.

Starcraft

Outro clássico da Blizzard muito conhecido até hoje, o Starcraft é um jogo de estratégia que, até hoje, é muito jogado pelo mundo em seu modo multiplayer online. Foi o jogo mais vendido para computadores em 1998, vendendo 1.5 milhões de cópias, algo impressionante, ainda mais considerando a época e ao longo dos anos chegou na marca dos 9.5 milhões. Ele também foi responsável por um crescimento de 800% do serviço Battle.Net.

Apesar de não mudar muito a fórmula dos jogos de estratégia de sua época, ele é elogiado por refinar a fórmula e o que melhor a aplicou, com raças tendo características bem distintas, além de uma história bem forte que mescla perfeitamente com o gameplay. Some isso ao todo o resto, como boa dublagem, boa trilha sonora e visuais legais para a época, e temos um clássico que merece ser lembrado. Não é só citado como um dos melhores games dos anos 90, como frequentemente entra na lista de “melhores games de todos os tempos” em diversos canais do mundo.

Theme Hospital

Clássico da Electronic Arts, este é um sucessor do bem sucedido Theme Park, e a ideia é você gerenciar um hospital, com salar de cirurgia, consultórios, contratar médicos. A cada fase a dificuldade aumenta, com direito a pacientes ficando doentes e também desastres naturais, e o jogador precisará saber gerenciar bem as crises caso queira zerá-lo. Também é conhecido por seu humor e as diversas referências a cultura pop. Bom em praticamente todos os pontos, o game rendeu sucesso comercial e é muito lembrado pelos jogadores dos anos noventa.

Duke Nukem 3D

Clássico bastante conhecido entre os retrogamers, Duke Nukem 3D foi lançado em 1996 e teve conversões para o Nintendo 64, PlayStation, e até mesmo para o Mega Drive vindo pelas mãos da Tectoy (exclusividade dos brasileiros!). Jogo de tiro em primeira pessoa, ficou bastante popular pelos visuais detalhados, cenas de violência e sexo, e é um dos responsáveis por popularizar o gênero. Curiosamente, os dois jogos anteriores da série Duke Nukem eram de plataforma “correr e pular”.

Doom

Outro clássico de primeira pessoa que ajudou a definir o gênero FPS, o Doom foi lançado em 1993 e, até hoje, é bastante lembrado por ser o primeiro a apresentar gráficos tridimensionais (apesar dos inimigos e sprites serem em 2D). Na época, ele ficou conhecido por trazer muitos problemas nos locais de trabalho, já que os funcionários ficavam ocupando seu tempo jogando, além de causar uma baita polêmica pelo seu alto nível de violência. Foi um baita fenômeno comercial, rendendo 100 mil dólares para a iD Software diariamente, vendendo 3 milhões de cópias até 1999, número impressionante para a época. Sem dúvidas, um dos melhores games dos anos 90.

Time Commando

https://www.youtube.com/watch?v=t0WQZlUMck0

Este é um jogo de computador de ação e aventura com gráficos em 3D que hoje em dia estão datados (bem datados!) e com controles que não envelheceram muito bem. Apesar disso, ele marcou época por suas cenas em FMV, ótima trilha sonora e por explorar as viagens no tempo para trazer cenários diferentes.

Pantera Cor de Rosa Passaporte para o Perigo e Abracadabra

Talvez seja injusto colocar dois games em um mesmo ponto, mas tanto Passaporte para o Perigo quanto Abracadabra são tão parecidos e usam o mesmo sistema que seria injusto escolher um dos dois. Foram os dois únicos jogos da Wanderlust, que acabou sendo extinta algum tempo depois, mas foram suficientes para marcar uma geração inteira de ultra-jovens.

Assim como a Carmen San Diego nos anos oitenta que ensinava de modo divertido, os jogos em aponte e clique da Pantera Cor de Rosa fazem o mesmo: não subestimam a inteligência do jogador, são divertidos como jogos mesmo, possuem boas histórias e ensinam história e geografia de modo muito eficiente. Muito bons.

Pharaoh

Desenvolvido pela Impressions Games e lançado pela Sierra em 1999, este é um jogo de construção de cidade que se passa no antigo Egito no melhor estilo Sim City. Com bons gráficos, vários modos de jogo, e se passando em cinco períodos distintos da história do Antigo Egito, ele merece um espaço nessa lista.

Worms 2

Clássico dos jogos de artilharia, o segundo título da série é provavelmente um dos mais lembrados da franquia. Bom em todos os pontos, ele tem um alto nível de customização, integração com modo online muito eficiente (pioneiro!), um sistema de editor de fases, e a jogabilidade é aquela fácil de entender, porém difícil de masterizar. Some isso a algumas mortes engraçadas das minhocas e um multiplayer viciante (sendo a melhor parte do jogo), e temos um dos melhores games dos anos 90.

Sim City 3000

Desenvolvido pela Maxis, Sim City 3000 é um simulador onde você deve construir e gerenciar uma cidade. Com um vasto sistema de customização, jogabilidade bem simples de aprender, além de ser bom em todos os pontos técnicos, como gráficos e músicas, ele se tornou um clássico instantâneo e vendeu 5 milhões de cópias, além de ganhar diversos prêmios.

Quake

Outro jogo de tiro da iD Software (como Doom mencionado anteriormente), o Quake se diferencia por trazer renderização em tempo real dos gráficos em 3D, além de ter grande ênfase no modo multiplayer, incluindo opções online. Não chegou a ter a popularidade monstruosa do Doom (também é uma comparação desleal), mas rendeu bastante sucesso e até hoje é uma franquia. Entra fácil em uma lista dos melhores games dos anos 90.

Artigos relacionados