Share Button

Phil Spencer, o chefe da divisão Xbox, revelou durante o último stream de Animal Talking, apresentado por Garry Whitta na Twitch, que a Microsoft pensou se valeria a pena lançar Halo Infinite em partes separadas para que pudesse ter algo do jogo disponível em 2020 no lançamento do Xbox Series X.

Segundo Spencer, a discussão se deu entre ele, a chefe da 343 Industries, Bonnie Ross, e o chefe do Xbox Game Studios, Matt Booty. No final, a ideia foi descartada e o jogo foi adiado para 2021.

“Simplesmente não parecia, para todos nós, o lançamento de Halo que gostaríamos,” disse Spencer.

“É uma chatice,” disse Spencer sobre o adiamento de Halo Infinite. “Eu sei que é decepcionante para as pessoas, é decepcionante par nós. Estávamos ansiosos pelo alinhamento de Halo e Series X realmente como um momento seminal para o Xbox, olhando para trás, para o lançamento do Xbox original e Halo Combat Evolved.”

O adiamento foi informado o quanto antes pois Phil Spencer disse que quer se o mais “transparente” possível sobre a decisão, de modo que os fãs pudessem planejar suas compras do final de ano de acordo.

“Vamos soltar a notícia e lidar com isso, porque as pessoas estão realizando suas próprias decisões de vida com os consoles que irão comprar,” disse Spencer. “Eu acho que outra pessoa poderia ter esperado, mas quando soubemos, montamos [a notícia] no blog e eu disse vamos colocar no ar.”

“Não será nosso dia favorito, mas vamos superá-lo – já tive dias ruins antes – vamos superar isso e continuar trabalhando nas coisas que amamos fazer.”

Via Eurogamer