Share Button

Diferentes versões do Batman já foram apresentadas ao público nos últimos anos, e certamente as mais odiadas são as do diretor Joel Schumacher, que comandou “Batman Eternamente” (com Val Kilmer) e “Batman & Robin” (com George Clooney).

Michael Keaton, que interpretou o Homem-Morcego nos dois primeiros filmes do Tim Burton, antes de Schumacher assumir a direção, revelou o motivo de não querer vestir o manto do herói mais uma vez.

O roteiro era uma merda. O roteiro nunca foi bom. Não conseguia entender por que ele queria fazer aquilo”, disse Keaton ao Cinema Blend. “Sabia que estava em apuros quando Schumacher disse: ‘Por que tudo tem que ser tão obscuro?‘”.

Atualmente, o futuro do herói é incerto, com Ben Affleck revelando inseguranças na direção/roteirização do filme, podendo inclusive pular fora da produção.