Análisesr7

Análise | Sonic Origins é nostalgia pura com 4 clássicos do Mega Drive

Um dos maiores ícones dos videogames, Sonic surgiu no início da década de 1990 como uma estratégia da Sega para alavancar as vendas do Mega Drive e abocanhar uma gorda fatia do mercado de videogames, que até então era dominado pela Nintendo.

A estratégia funcionou, e mais de 30 anos depois o ouriço azul continua correndo em várias plataformas, mídias e inclusive nos cinemas, onde está fazendo bastante sucesso tanto com jogadores das antigas quanto os da nova geração.

E para aproveitar toda essa exposição, nada mais justo do que lançar uma coletânea para os fãs vivenciarem os jogos clássicos de um novo jeito.

E essa é a proposta de Sonic Origins, que está disponível para PC, PS4, PS5, Switch, Xbox One e Xbox Series X/S, e traz em seu pacote os games Sonic The Hedgehog 1 e 2, Sonic 3 & Knuckles e Sonic CD, totalmente remasterizados para as plataformas atuais, além de outras novidades.

Confira aqui com GameHall o que achamos dessa coletânea e se ela vale a pena!

4 Clássicos Revitalizados

Bom, logo de cara já somos presenteados com uma belíssima animação que faz as apresentações dos personagens e um resumo de cada jogo. E certamente a principal novidade que Sonic Origins traz para os fãs é que agora cada um dos games contam com aberturas inéditas na forma de animações, que ajudam a contextualizar melhor a história de um modo geral.

O pacote vai ocupar bastante tempo dos jogadores oferecendo vários modos de jogo, sendo os mais interessantes o Modo Clássico, o Modo Aniversário e o Modo História – ainda temos os modos Missão, Desafio de Chefões, Esferas Azuis (apenas em Sonic 3 & Knuckles).

Quer matar saudades dos jogos clássicos do jeito como eles foram lançados? Basta escolher o Modo Clássico e mergulhar na nostalgia, incluindo a resolução de tela original quadrada e vidas limitadas.

Mas se você quer apenas curtir os games, sem esquentar a cabeça com altas dificuldades, vidas limitadas e aquele Game Over pipocando na tela, então o Modo Aniversário vai resolver os seus problemas.

As principais mudanças na estrutura dos games se encontra neste modo, a começar pela tela em um caprichado formato widescreen, movimentos de Sonic Mania e a opção de se jogar com Tails e Knuckles em Sonic The Hedgehog 1 e 2. Tails também está em Sonic CD, mas Knuckles não.

Essa opção oferece uma fator replay de peso, já que estimula os jogadores a jogarem novamente mas com personagens diferentes. Além disso, no Modo Aniversário as vidas limitadas foram removidas, o que torna os progressos nos jogos muito mais fáceis.

Por fim, o Modo Missão que vai ocupar bastante tempo dos jogadores mais dedicados, já que ele permite jogar todos os quatro jogos como uma única história, divididos apenas pelas novas cenas animadas.

Outra novidade são as moedas colecionáveis nos modos História/Missão, que são dadas ao jogador como um bônus em vez das vidas e continues do Modo Clássico ou ao completar desafios. Essas moedas podem ser usadas para desbloquear itens e segredos em um museu cheio de colecionáveis digitais, o que inclui áudios, ilustrações, vídeos, entre outros.

Essas moedas também podem ser usadas para jogar novamente aqueles terríveis estágios bônus onde são coletadas as Esmeraldas do Caos (se você nunca conseguiu pegar todas, agora é a sua chance!). Vale lembrar que para ver o final verdadeiro de cada jogo, é necessário coletar todas as esmeraldas, que também permitem a transformação em Super Sonic.

Mas nem tudo são flores em Green Hill Zone

Embora as novas animações e a recriação dos jogos em formato widescreen sejam grandes adições ao pacote, fica a sensação que a coletânea poderia ser bem mais robusta e completa, como por exemplo adicionando alguns bônus como os jogos do portátil Game Gear ou ainda o raro Knuckles Chaotix, lançado originalmente para o periférico 32X.

Além disso, por que não adicionar estágios inéditos ou ainda colocar o Metal Sonic ou Amy Rose como personagens jogáveis para agregar ainda mais valor à coletânea? As animações são lindas e vão fazer os fãs abrirem um sorrisão na cara, mas elas poderiam ser mais longas, ou poderiam haver mais delas entre as fases (curtinhas mesmo).

Há também um pouco de controvérsia sobre a substituição em partes da trilha sonora de Sonic 3 & Knuckles por questões de licenciamento por Michael Jackson estar envolvido em sua composição. Fãs novos provavelmente não vão notar, mas os nostálgicos vão perceber que há algo errado, que simplesmente não combina e soa ruim no ouvido.

Outro problema é o valor salgado, especialmente por se tratar de uma coletânea remaster de jogos antigos, ou seja, sem grandes novidades visuais – fica ainda pior quando vemos que há duas edições, a Padrão (R$214,90) e a Deluxe (R$239,90), sendo que a Deluxe conta com uns bônus bem fraquinhos (mesmo assim algo injusto para quem compra a padrão). Ah, e se você é jogador de PC, os valores acima citados dos consoles também se aplicam a ele lá na plataforma Steam.

Conclusão

Sonic Origins é um pacote que oferece quatro grandes jogos do ouriço da saudosa geração 16 bits, trazendo melhorias e novidades que certamente merecem uma conferida com carinho, especialmente se for para apresentar à geração mais jovem, que não os jogou em sua época de lançamento original. Infelizmente, fãs mais exigentes vão sentir falta de um pacote mais robusto, mas o seu maior problema mesmo é o valor elevado para o que oferece, espere por uma boa promoção antes de comprá-lo.

Prós

  • Pacote com 4 clássicos do Sonic
  • Belíssimas animações inéditas
  • Modos para novos jogadores e os nostálgicos
  • Desbloqueáveis e personagens que incentivam jogar novamente
  • Totalmente localizado para o português do Brasil

Contras

  • Sem grandes inovações
  • Coletânea poderia ser mais robusta
  • Preço de lançamento fora da realidade

Nota: 8.0/10.0

Uma cópia do jogo foi fornecida pela Sega para elaboração desta análise.

Márcio Pacheco

Márcio Alexsandro Pacheco - Jornalista de games, cultura pop e nerdices em geral. Me add nas redes sociais (links abaixo):

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo