Share Button

O criador de Metal Gear, Hideo Kojima, deu sua opinião com relação ao que pensa sobre jogos episódicos e se pretende utilizar esta fórmula em algum momento.

Durante uma entrevista ao site GameSpot na Develop Conference 2016, Kojima disse que ainda não saberia dizer se irá usar isso em seu novo projeto, Death Stranding, mas crê que no futuro esta é uma mudança que “definitivamente terá seu lugar” e que “estaria interessado”.

“Não acredito que futuramente os filmes durem duas horas, especialmente quando as pessoas já estão pedindo por experiências mais rápidas e dinâmicas,” disse Kojima. “Assim, com intervalos mais curtos para desenvolver e lançar, integrando rapidamente com o feedback do usuário, e ter esta liberdade na criação de jogos, eu acho que isso irá se aplicar a filmes e TV também.”

Ele disse que no Japão isso já está acontecendo, com shows matinais que duram 15 minutos.

“É nesse caminho que as coisas estão se encaminhando, com episódios de 5 ou 15 minutos. Com relação aos jogos longos e massivos, eles serão uma coisa do passado.”

Provavelmente a produtora mais conhecida atualmente por usar este modelo de desenvolvimento para seus jogos é a Telltale. Inclusive, ela recebe muito do crédito por popularizar esta metodologia e cria títulos que fazem bom uso dela.

Kojima aliás testou isso por assim dizer, em Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, onde as missões são divididas em episódios distintos, cada um com sua própria abertura e créditos.

Se isto irá ser a tendência na maioria dos jogos futuramente, ainda não temos como saber.