Share Button

Mesmo em meio à polêmica situação que passa a Activision, quando despediram funcionários da Infinity Ward (e ainda continua saindo gente, trocando a antiga casa pela nova produtora Respawn) por suposta quebra de contrato, a empresa continua com seus negócios bilionários.

A Activision, dona das franquias zilionárias “Call of Duty” e “Guitar Hero” assinou nesta quinta-feira (29) um acordo de exclusividade com o estúdio Bungie, mais conhecido pela produção da franquia Halo. O acordo deixa a Activision como responsável pelos direitos de publicar e distribuir a próxima série de games desenvolvidos pela Bungie pelos próximos 10 anos.

Segundo a Activision, a aliança “aumentará o alcance dos games da Bungie, fornecendo os recursos e suporte necessários para desenvolver, distribuir e lançar os títulos mundialmente em todas as plataformas e aparelhos pela próxima década”.

O acordo não é de compra da desenvolvedora. A Bungie se mantém como um estúdio independente e continuará com suas franquias, que já venderam mais de 25 milhões de unidades no mundo, gerando lucros de US$ 1,5 bilhão.

A Bungie disse em comunicado que “A nossa próxima grande coisa tem um caminho concreto, saindo dos nossos estúdios para as plataformas escolhidas por nós. As formalidades dos negócios foram deixadas para trás. A nossa constituição continua igual”.

Um novo título “a próxima grande coisa” poderá ser anunciado na E3 de 2010 em junho, segundo a própria Bungie deu pistas. Até a Sony já se pronunciou com a inesperada parceria, dizendo que “são ótimas notícias para os jogadores”. Com certeza já estão pensando nos próximos games Halo para o PlayStation 3.

Mas a Bungie não fazia parte da Microsoft? A empresa ainda lançará “Halo: Reach” pela Microsoft, empresa cujo acordo de exclusividade encerrou em 2007. Depois, a desenvolvedora se focará nos games para a Activision. O valor da parceria não foi divulgado. Mas com certeza rolou mais $$verdinhas$$ do que jamais poderemos imaginar.