Share Button

Depois de sofrer sua segunda derrota na Intel Extreme Masters 2018 de Counter Strike:Global Offensive, a única equipe brasileira da competição, a SK Gaming, acabou sendo eliminada do torneio. O revés aconteceu na última quinta-feira (1), em confronto com a equipe americana Cloud9, que levou a melhor por 2 a 1 em mapas, de virada.

Escalações e estatísticas da última partida da SK Gaming na IEM. Fonte: HLTV.

Antes de deixar precocemente o campeonato, a SK contava com uma campanha de duas vitórias, uma sobre o Avangar e outra sobre o Gambit (ambos do Cazaquistão), além de uma derrota para o Astralis (Dinamarca). No embate com os norte-americanos, a equipe brasileira buscava uma vaga nas quartas de final.

Considerada como o melhor time do mundo há pouco tempo atrás, atualmente a SK amarga sua terceira eliminação seguida no ano, com a sua escalação titular. Se contarmos também o Major, que foi disputado com Joao “felps” Vasconcellos como complete, a IEM contaria como a quarta. E assim, apesar de ainda continuar fazendo parte do seleto grupo dos melhores do mundo, o quinto brasileiro tem realizado exibições aquém do esperado.

Logo após a derrota, o principal atleta da SK, Marcelo “coldzera” David, desabafou em suas redes sociais sobre a falta de apoio de certos fãs. Segundo o player, muitos só estão juntos da equipe apenas na vitória, enquanto na derrota fazem questão de proferir críticas totalmente destrutivas: “quando ganha idolatra, mas quando perde vem a chuva de bosta.”, afirmou o jogador visivelmente irritado.

Na foto: Marcelo “coldzera” David em ação durante esta IEM 2018.

A Intel Extreme Masters 2018, que está sendo sediada em Katowice, Polônia, ainda irá perdurar ao longo de todo este final de semana que vem pela frente. Apenas no domingo (4) descobriremos o grande campeão, que irá levar para casa 250 mil Dólares em dinheiro. Sendo assim, caso você queira acompanhar todas as emoções do campeonato com direito a narração em Português do Brasil realizada em estúdio, basta clicar AQUI.