Share Button

Um dos mais conhecidos e amados personagens da indústria de videogames, Mega Man começou sua trajetória lá atrás, em 1987, quando foi lançado pela Capcom para o Nintendinho.

Em 2017 a franquia completou seu 30º aniversário e a Capcom anunciou Mega Man 11 além de coletâneas das excelentes versões X.

Uma franquia que jamais deveria ter sido deixada em ‘hiato’! Confira abaixo dez curiosidades a respeito da série.

1- Mega Man é azul por causa das limitações do Nintendinho

A paleta de cores do Nintendinho contém 54 cores usáveis, com uma maior quantidade de tons de azul. Por causa disso, foi decidido que o personagem teria seu design feito em volta desta cor, pois os designers queriam que seus sprites fossem os mais detalhados possíveis.

2- Keiji Inafune, visto como pai da franquia, não criou Mega Man

Embora Inafune tenha participação importante na série, não foi ele quem criou o personagem. O design original de Mega Man foi feito por Akira Kitamura e posteriormente refinado por Inafune. Apenas quando o trabalho em Mega Man X começou é que ele teve a oportunidade de criar seu próprio personagem, no caso, o coadjuvante Zero, que ganhou seu próprio game tempos depois em Mega Man Zero para Gameboy Advance.

3- Dr. Light e Dr. Wily foram inspirados em Thomas Edison e Albert Einstein

Os nomes completos deles são Dr. Thomas Light e Dr. Albert Wily, baseados nos famosos cientistas Thomas Edison e Albert Einstein. Apesar de Einstein ter sido um pacifista, tendo dito uma vez que a guerra era uma doença, o fato dele ter criado a fórmula que permitiu a produção da bomba atômica pode ter sido a razão pela qual a Capcom decidiu escolhê-lo para ser o vilão.

4- Inicialmente, Zero é quem seria o Mega Man X

Na série Mega Man X, a ideia inicial era que Zero fosse o personagem que todos conhecemos como Mega Man X. No entanto, a Capcom achou que a mudança do robozinho azul do NES para ele seria drástica demais, então utilizou o personagem X e deixou Zero apenas como seu parceiro.

5- Nomes dos chefes em Mega Man X5 fazem referência a banda Guns ‘n Roses

Grizzly Slash – Slash, Duff McWhalen – Duff McKagan, Squid Adler – Steve Adler, Izzy Glow – Izzy Stradlin, Dark Dizzy – Dizzy Reed, Mattrex – Matt Sorum, Axle the Red – Axl Rose e Skiver – Michael “High in the Sky” Monroe. O mais interessante nisso é que os nomes em japonês dos chefes não tem nada a ver com a banda. Na localização em inglês, feita pela tradutora Alyson Court, ela explicou em 2011 ter usado estas referências por causa de seu marido, fã de carteirinha de Guns’n Roses, que era dono de uma empresa que fazia diversos trabalhos de localização para os jogos da Capcom. É importante ressaltar que a Capcom não teve nada a ver com a decisão de optar por usar estes nomes.

6- Conta bancária de Dr. Wily em Mega Man 9

Em Mega Man 9, há um momento onde Dr. Wily exibe o número de sua conta bancária na Suíça (19-871-217). Na verdade, trata-se de uma referência ao Mega Man original, cuja data de lançamento é 17 de dezembro de 1987 (1987-12 -17).

7- Origem do nome Mega Man

Alguns dos nomes cogitados para o robozinho azul foram Mighty Kid, Knuckle Kid e até mesmo Rainbow Battle Kid, pelo fato dele mudar de cor ao usar uma arma diferente. Eventualmente, chegaram em Rock Man, onde Rock faz referência ao gênero musical. Ao ser lançado na América do Norte e Europa, a troca para Mega Man foi feita pois o presidente da divisão de produtos de consumo da Capcom, Joe Morici, achava “horrível” o título Rock Man.

8- Polêmica em torno de Oil Man em Mega Man Powered Up 

Nem todas as mudanças feitas entre as versões em japonês e inglês dos games da série giram em torno de simples diferenças entre as traduções. Oil Man, um dos chefes em Mega Man Powered Up para PSP, foi alterado por causa de uma polêmica envolvendo seu design. Ele era preto e com lábios grandes de cor rosada, o que foi visto como um estereótipo racial de pessoas negras. Seu design então foi alterado, deixando-o com a cor azul escura e lábios amarelos fora do Japão.

9- Internet e celulares foram responsáveis pela criação de Mega Man Battle Network

A série Mega Man Battle Network foi desenvolvida para o Gameboy Advance, tendo como inspiração a crescente popularidade da internet e celulares com o público japonês mais jovem no início dos anos 2000. O conceito de criar um Mega Man que atuava dentro de um ciberespaço veio com base nisso.

10- Versão japonesa de Mega Man Legends e sua maior liberdade na crueldade com animais

Rockman Dash, como Mega Man Legends é conhecido no Japão, lhe dá passe livre para chutar animais como gatos, cachorros e também atirar em aves sem qualquer tipo de penalidade. Isso foi atenuado em Mega Man Legends, onde você pode apenas chutar cachorros de cor apagada na área da “Old City”, supostamente porque eles são os únicos animais que podem te atacar, o que justifica retaliá-los para se defender.

E aí, gostou da lista? Caso conheça alguma curiosidade que não mencionamos e acha que vale a pena ser citada, conte para nós através dos comentários da página ou do Facebook.