Share Button

O famoso torneio de jogos de luta, Evo, que seria realizado este ano de forma online, foi cancelado após surgirem acusações de pedofilia e assédio sexual envolvendo o presidente e um dos fundadores da Evo, Joey Cuellar. Os relatos partiram do usuário Pyronlkari no Twitter. Cuellar, também pelo Twitter, admitiu os crimes.

Depois que nomes famosos do cenário de jogos de luta como James Chen, Sonic Fox e Maximilian Dood informaram que não fariam mais parte da Evo deste ano por causa disso, posição que também foi seguida pela NetherRealm Studios, Capcom e Bandai Namco, os responsáveis pela Evo optaram por cancelar o torneio e afastar Cuellar de tudo que envolva o nome da organização.

Em comunicado, a Evo disse que todos aqueles que compraram um crachá para o torneio deste ano serão reembolsados e que manterá a doação do valor equivalente aos rendimentos para o Projeto HOPE.