EspeciaisTops

Final Fantasy: Qual melhor versão de cada jogo principal?

Entre lançamentos e relançamentos, há um ponto de interrogação na cabeça dos jogadores

A série Final Fantasy é uma das mais bem sucedidas do mundo dos games e está na “ativa” há mais de 30 anos desde seus tempos remotos do Nintendinho, passando pelo Super Nintendo, PlayStation. Houve muitas fases, mudanças e equipes diferentes trabalhando nos games, além de diversos relançamentos “aqui” e “acolá”. Pensando nisso, decidimos ser o mais “direto ao ponto possível” e mostrar qual Final Fantasy você deve pegar para ter a melhor experiência daquele game.

    • Final Fantasy I (PSP/Dispositivos Móveis): A melhor versão lançada até hoje deste clássico é a do PSP / Mobile, contando com visuais em 2D em alta resolução e dungeons inéditas, além de redesenhar os sprites e os inimigos. O nível de dificuldade também está mais amigável quando comparado ao original;
    • Final Fantasy II (PSP/Mobile): Um dos mais controversos da saga principal, caso queira testá-lo nós também recomendamos a versão de PSP ou Dispositivos Móveis pelas mesmas razões do primeiro;
    • Final Fantasy III (Mídias Digitais): O primeiro remake veio para o Nintendo DS e pela primeira vez pudemos jogá-lo oficialmente “por essas bandas”, com belos gráficos em 3D e a trilha sonora refeita. No entanto, a melhor versão é para mídias digitais, considerando que evolui ainda mais o que já era ótimo no Nintendo DS;

    • Final Fantasy IV (PSP/ PlayStation Store): Escolhemos a versão em 2D para PSP por ser a que mais se aproxima da experiência proposta em 1991 no Super Nintendo, além de trazer também o episódio After Years lançado originalmente para o Nintendo Wii e um episódio Interlude que se passa entre os dois games. A versão de Nintendo DS e mídias digitais em 3D também vale a conferida e é tão boa quanto, mas transmite uma experiência mais “moderna”;
    • Final Fantasy V (SNES): Este game foi relançado para PC, Mobile e Gameboy Advance, mas acreditamos que a melhor versão continua sendo a do SNES, ou melhor, Super Famicom, considerando que o game não chegou ao ocidente nos anos de 1990. No entanto, caso não seja possível jogá-lo, recomendamos a versão para o Gameboy Advance, que conta com algumas dungeons inéditas, novas profissões e uma boa tradução do texto japonês;

    • Final Fantasy VI (SNES): Outro game cuja versão original é a melhor. É verdade que a edição mobile e PC tem uma tradução mais profissional, enquanto a Advance tem algumas coisas inéditas, mas a versão de Super Nintendo continua sendo melhor pelo todo, incluindo a trilha sonora e os gráficos, considerando que muitos não curtiram o novo visual 2D proposto pela Square-Enix;
    • Final Fantasy VII (Original e Remake): O remake se trata de uma reimaginação do jogo original, sendo um game bastante ousado que mantém o espírito do lançamento de 1997 com visuais de ponta, mudanças no enredo e muito mais coisa. No entanto, o bom e velho Final Fantasy VII, mesmo com todas as suas limitações técnicas, também vale a conferida por se tratar de uma experiência bem diferente. Qualquer um dos dois se trata de um clássico.
    • Final Fantasy VIII (Steam): O relançamento em HD feito recentemente é a melhor versão desse game, considerando que melhora os gráficos e mantém a trilha sonora e os textos do PS1. A primeira versão de PC contava com músicas em midi que quebravam o clima do jogo;

    • Final Fantasy IX (Mídias Digitais): A versão da Steam de 2016 é basicamente a aventura lançada para o PS1 em 2000, mas com gráficos melhorados, cenas em vídeo em HD, além de trazer a possibilidade de desativar as batalhas aleatórias e deixar o jogo mais rápido para facilitar a vida do jogador;
    • Final Fantasy X / X-2 (Mídias Digitais e Consoles): A conversão HD dos dois jogos pega os games originais, bota em HD e ainda inclui no mesmo pacote a segunda parte da aventura. Sem dúvidas, uma experiência superior a do PlayStation 2;

    • Final Fantasy XII (PS4, Switch e PC): Em 2017, a Square-Enix fez o lançamento em HD chamado “Zodiac Age”, com sistema de profissões revisado e um nível de dificuldade mais moderado quando comparado ao lançamento original. Do resto, é o mesmo jogo épico, só que com alguns “Mimos” a mais como 60FPS, três opções de trilha sonora e outras adições;
    • Final Fantasy XIII (PS3): Lançado também para o Xbox 360, a versão de PlayStation 3 tem gráficos levemente melhores. Caso não tenha, pode pegar a versão de PC que é quase igual;
    • Final Fantasy XV (PC): Se o seu computador tiver configurações realmente avançadas, a versão de Windows é a melhor para você, já que pode rodar liso a 60FPS e sem engasgos, além de vários DLCs exclusivos.

Com informações da US Gamer 

Artigos relacionados