Curiosidades

Final Fantasy: Conheça os bastidores do primeiro jogo lançado para o Nintendinho

Originalmente o game se chamaria Fighting Fantasy

O primeiro Final Fantasy (1987) foi desenvolvido pela Squaresoft (hoje Square-Enix) após uma série de jogos não muito bem sucedidos dos mais variados gêneros. Apesar disso, o produtor e diretor do primeiro game, Hironobu Sakaguchi, declarou que queria abreviar o jogo para “FF”, e que inicialmente o game se chamaria “Fighting Fantasy”.

“Há uma lenda urbana que o nome ‘Final’ dentro do FF era por que este seria nosso último projeto. Por mais que estivéssemos tendo tempos difíceis mesmo, a verdade é que queríamos que o título pudesse ser abreviado para FF e qualquer palavra poderia supri-lo. Inicialmente se chamaria Fighting Fantasy, mas já existia um game de tabuleiro com este nome” – disse Sakaguchi em entrevista a revista japonesa Famitsu.

Na época, o jogo Dragon Quest (1986), da Enix, fazia um sucesso gigantesco no Japão. Antes disso, Sakaguchi já tinha o desejo de produzir um RPG, mas ficava inseguro de que um jogo do gênero pudesse vender bem no Japão, mas foi após o sucesso do game da antiga rival que eles viram que o projeto poderia ser levado adiante, sendo que incialmente começou com quatro pessoas.

O sistema de batalha era inovador. Até então, os games de RPG mostravam apenas o inimigo em primeira pessoa

O sistema de batalha foi desenhado por Hiroyuki Ito, que nunca tinha jogado um game de RPG antes e se aproveitou do futebol americano como inspiração, com o grupo de pessoas alinhados em cada lado da tela.  Já o game designer Akitoshi Kawazu se inspirou nos Dungeons & Dragons no sistema, incluindo determinados tipos de inimigos serem fracos contra certos tipos de magias, assim como vários inimigos homenageiam a série de RPG de tabuleiro.

Kawazu também achava que os RPGs “de mesa” eram divertidos por darem a possibilidade da pessoa criar os personagens e a equipe como quisessem. Por essa razão, o game te dá a possibilidade de escolher o que os personagens serão assim que se inicia um jogo novo e, se o jogador quisesse, podia ter uma equipe só com magos negros, ou só com guerreiros.

A Squaresoft produziu cerca de 200 mil cópias para venda, número que deixou Sakaguchi insatisfeito, já que ele tinha certeza que o jogo venderia pelo menos 500 mil. Mesmo assim, foram produzidas 200 mil cópias iniciais para facilitar a produção do game. Após as vendas destas, foram produzidas mais.

Com o sucesso do lançamento de Dragon Quest nos Estados Unidos sob o sufixo “Warrior”, a Nintendo dos Estados Unidos ficou encarregada de traduzir o primeiro Final Fantasy para o inglês e publicou na América do Norte em 1990. No entanto, nos EUA o game teve um sucesso modesto.

Hoje em dia, os retroreviews consideram o primeiro Final Fantasy como mais polido graficamente e musicalmente que seus contemporâneos, apesar de ter sistemas bastante antiquados e o “peso da idade” não fazê-lo uma aventura tão atemporal quanto outros games antigos.  Mesmo assim, vale a conferida pelo pioneirismo e por ser as raízes de uma das séries mais tradicionais do mundo dos games.

Artigos relacionados